comportamento, tendência, inovação, inspiração

Você faz o que você ama?

“O que você está fazendo agora é algo que você realmente ama?”

Você já se fez essa pergunta alguma vez? Eu nunca soube ao certo o que eu queria fazer na minha vida, mas sempre soube que tinha que ser algo que eu realmente gostasse. Acontece que chega um momento em que é pra valer e a resposta que você achava que sabia se transforma em milhões de outras perguntas e o que parecia simples vira um labirinto de dúvidas e incertezas.

Sei que como eu, milhares de pessoas também estão perdidas no seu labirinto. É por isso que eu abro a seção Olhar Caleidoscópio com o vídeo inspirador “We All Work and Play” realizado pela Box 1824, uma empresa de pesquisa especializada em tendências de comportamento, consumo e inovação. Um vídeo sobre as diferenças entre as gerações em paralelo com os novos tempos, que me fez refletir sobre minhas escolhas e me fez pensar que, talvez, o caminho que eu tenho mais medo possa ser o que mais vale a pena.

Então, se você é uma das pessoas que está abandonando sua paixão de fotografar ou qualquer outra coisa para se dedicar 10 horas em uma empresa que segundo a opinião alheia pode ser digno de uma carreira promissora, mas 5 minutos lá dentro parece durar uma eternidade, por favor, dedique 10 minutos do seu dia vendo esse vídeo e depois me diga se ele não disse algo pra você.

Estamos vivendo em um mundo repleto de possibilidades e enquanto não enxergarmos que o comportamento em sociedade mudou tanto quanto nossas expectativas para a vida, milhões de paixões serão abandonadas.

O vídeo é antigo, mas vale a pena ser compartilhado pra quem ainda não viu.

All work and all play (legendado) from Box1824 on Vimeo.

Conheça a Box 1824.

www.caleidoscopio.blog.br

Comentários
2 Comentários para “Você faz o que você ama?”
  1. Deborah Barra disse:

    Adorei o blog Juzinha, a sua cara. Me identifiquei muito com esse post. O vídeo é massa, o problema descobrir qual caminho seguir, rs.
    Bjs

    • Juliana Lavigne Juliana Lavigne disse:

      Que bom que gostou Deby!! Fico muito feliz!
      É realmente muito difícil descobrir o nosso caminho. Sem dúvida uma trajetória de tentativas e erros, mas se a gente procura o que nos faz bem, acho que já é um grande passo! 😉

Deixe um comentário