eu-me-chamo-antônio-1 (1)

Entre poemas e guardanapos: Eu me chamo Antônio

Entre bares e guardanapos, eis que surge Antônio!

Antônio é alterego de Pedro Antônio Gabriel Anhorn, o publicitário com mania de escrever e desenhar em folhas de guardanapos. Enquanto Pedro apreciava um chope ou um bom sanduíche – talvez os dois ao mesmo tempo –  Antônio apareceu para contar seus sentimentos e pensamentos mais profundos. Na hora da inspiração, serviu o que tinha à mão: Uma caneta e um guardanapo. De um traço veio uma letra e depois veio um verso, até que do verso veio um desenho e surgiu então, um poema:

“Primeiro, encanto. Depois, desencanto. Por fim, cada um pro seu canto.”

E por fim, assinou “Antônio”. E foi assim que tudo começou.

Na verdade, o começo mesmo foi bem antes: Filho de mãe brasileira e pai suíço, Pedro nasceu no Chade, país africano que faz fronteira com a Líbia e o Sudão. Veio ao Brasil com 12 anos e foi com esta idade que começou a aprender o nosso português.

“Acho que foi a descoberta tardia que surgiu meu interesse pela sonoridade e pela grafia do idioma” conta Pedro.

Quando chegou ao país, ele costumava ler narrativas breves e poemas de autores como Paulo Leminski e Mario Quintana e desde então, pensou que também queria fazer versos curtos e de impacto como estes.

Foi em outubro de 2012 que a coleção de guardanapos de Pedro ganharam as redes sociais através da página criada no Facebook, “Eu Me Chamo Antônio”. As imagens fizeram tanto sucesso que hoje, já são mais de 800 mil seguidores no Facebook, mais de 500 mil no Instagram e Pedro já publicou dois livros pela Editora Intrínseca.

No primeiro livro “Eu me chamo Antônio” (2013), a turnê de autógrafos passou por nove cidades, onde reuniu mais de 4.000 fãs e segundo a revista Veja, ficou por mais de 30 semanas na lista de mais vendidos.

No “Segundo – Eu me chamo Antônio”, além de frases irreverentes e poéticas, o personagem Antônio abre para o mundo as páginas do seu caderno em que escreve fragmentos de textos.

Todos os seus poemas são simples, curtos, mas repletos de uma enorme sensibilidade! Eu já estou encantada, e você? Veja alguns de seus poemas, aqui:

ema2

ema3

ema4

ema6

ema8

eumechamoantonio

ema13

ema7

ema12

ema9

ema21

ema11

ema17

ema14

ema22

ema18

ema16
ema23

Assista ao bate-papo entre Pedro e a SaraivaConteúdo e saiba mais sobre o primeiro livro, como tudo começou, suas inspirações e perspectivas:

 

Veja mais em:

eumechamoantonio.com 

eumechamoantonio.tumblr.com

www.caleidoscopio.blog.br

Deixe um comentário